Quando pensa em independência financeira, muita gente apenas visualiza um cenário em que bom salário e emprego estável tragam a possibilidade de pagar contas e gerenciar dinheiro sem depender de ninguém, além de viabilizar o momento de parar de trabalhar. Mas quem entende realmente do assunto alerta que o real significado de independência financeira vai bem além disso. O grande ponto é a capacidade em gerar um fluxo de renda mensal suficiente para manter o seu padrão de vida por tempo indeterminado.

No primeiro momento, esse pode parecer um sonho distante, mas, nesse post, você vai entender que há caminhos que podem levar qualquer pessoa a atingir um patamar  financeiro que permita realizar sonhos e ter qualidade de vida. Siga lendo esse texto e veja alguns caminhos valiosos para chegar a independência financeira, inclusive apostando em propostas inovadoras como as moedas digitais.

Investir é uma das apostas certeiras

O primeiro passo para melhorar sua vida financeira vem do processo de educação que cria uma relação saudável com o dinheiro. É fundamental ter a visão de cortar gastos desnecessários e investir num efetivo planejamento que preveja cenários e permita trabalhar com margem de reserva para estabelecer um lastro financeiro. Para além disso, a grande chave é investir. E isso deve ser feito com regularidade e a partir de uma visão diversificada, que aposte em diferentes frentes.

O mercado oferece uma carteira de possibilidades adequadas a diferentes necessidades e perfis de investidores. As opções vão desde a tradicional poupança, passando por variantes como os fundos de investimento e os títulos do Tesouro Nacional e alcançando modalidades consideradas mais agressivas, como o mercado de ações e as disruptivas moedas digitais. A opção certa tem a ver, fundamentalmente, com o investidor ter interesse apenas em valorizar o capital ou gerar renda com o valor investido.

Moedas digitais são excelentes para operar no mercado financeiro

A ideia de o investimento trabalhar fazendo mais dinheiro é o que está na base do trading, um processo em que a operação de ativos do mercado financeiro visa potencializar ganhos em curtos períodos de tempo. O principal objetivo dos chamados traders é conseguir um retorno mais significativo, investindo em ativos diversos e que proporcionam alta liquidez.

Para quem tem esse perfil, as moedas digitais vem se consolidando como uma excelente opção. Isso tendo em vista que uma de suas características mais fundamentais é, justamente, a volatilidade; ou seja, elas têm altas taxas de variação de valor, em curtos espaços de tempo. É um produto financeiro com uma tendência de solidificação e crescimento corroborada por renomados investidores, como Tim Draper, da Draper Associates. Ele aposta que, em 15 anos, as moedas digitais atinjam o valor de U$ 80 trilhões. Já em 2019, a expectativa é de que o volume de negociações usando criptomoedas aumente 50%.

Portanto, estamos no momento exato a ser aproveitado pelos traders interessados em, literalmente, surfar a boa onda de transformação digital do mercado financeiro, baseada em ativos como os bitcoins e altcoins. Como plataformas que conectam e aproximam compradores e vendedores de moedas digitais, intermediando as negociações, as  exchanges são um dos caminhos mais práticos e eficientes para as operações de trading.

Acesse ao site da Cointrade e conheça um conjunto completo de funcionalidades para traders que buscam um canal seguro, rápido, eficiente e desburocratizado para transacionar moedas digitais. É a plataforma ideal para operar com crypto-trading.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *